Festival de empanadas

Festival de empanadas

Até o dia 2 de outubro, o Grupo Bárbaro, promoverá em seus restaurantes um Festival de Empanada.

A empanada, junto com a parrilla e o dulce de leche, é um dos mais famosos quitutes dos nossos hermanos argentinos, embora existam indícios históricos de que o salgado seja uma herança árabe.

Na região de Salta, por exemplo, elas costumam vir recheadas com carne molhadinha, cebolas, batatas e ovos. Em Jujuy, elas são pequeninas, com recheio seco, e a carne de lhama é típica. Em Mendoza, a tradição manda pincelá-las com ovos antes de levá-las ao forno de barro. Já em Buenos Aires, elas são maiores e não seguem regra – podem ser fritas, assadas a lenha, em forno convencional ou elétrico; as de carne podem ter passas, ovos, pimentões, cebola e alho-poró; há versões de queijo com cebola, com verduras, com presunto; há receitas com atum e com frango e por aí vai.

Seguindo a onda portenha, o Grupo Bárbaro, dos Restaurante Bárbaro (na Vila Olímpia) e Che Bárbaro (na Vila Madalena), faz seu primeiro Festival da Empanada, de 17 de setembro a 2 de outubro, ambas as casas oferecem 10 sabores pelo valor de R$ 5 cada.

Cinco deles, já são clássicos do cardápio: Carne, Carne com passas, Humita (creme de milho), Jamón, queso y tomate e Queso y cebolla.

Entre as novidades estão: Pollo cremoso (frango, espinafre e requeijão), Morcilla (linguiça de sangue com especiarias), Palmito e Ricota e espinafre (opção: massa integral). Para quem quiser provar do tradicional dulce de leche argentino, vale a pena deliciar-se com a empanada neste sabor, que é elaborada em outro formato, aberta.

Para acompanhar as empanadas, não deixe de experimentar a sangria ou clericot.

Bárbaro
Rua Doutor Sodré, 241, Vila Olímpia, tel. (11) 3845-7743.

Che Bárbaro
Rua Harmonia, 277, Vila Madalena, tel. 2691-7628.

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>